terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Contra os Teóricos do Caos



Contra os teóricos tupiniquins do caos, alguns dados:


Teóricos do caos:
"O Brasil tem uma das maiores carga tributária do mundo"

É verdade, mas para não ficarmos reproduzindo propagandas via facebook e whatsapp sem reflexão, façamos um cálculo simples:

Carga Tributária brasileira = 36%
PIB 2014: R$ 5 trilhões (aprox.)
Renda per capita: R$ 25 mil
Conclusão: cada brasileiro paga em média R$ 760 reais de impostos!

Teóricos do caos:
"O problema do Brasil é a corrupção!"

É verdade, é um dos problemas, mas, de novo, para não ficarmos reproduzindo propagandas via face e whatsapp sem reflexão, façamos um cálculo simples:

Dados da FIESP: o país perde 100 bilhões em corrupção.
Este valor representa 1,9% do PIB.
Conclusão: nem de longe é o pior problema do Brasil!

Teóricos do caos:
"Nos Estados Unidos a carga tributária é de 27%".

É verdade, mas, de novo, para não ficarmos reproduzindo propagandas via face e whatsapp sem reflexão, façamos um cálculo simples:

Nos EUA não tem saúde pública universal!
Não há ensino superior gratuito!
Não há sistema de aposentadoria e pensões do Estado!

Teóricos do Caos nos impõe verdades parciais que escondem outros fatos:

O problema da carga tributária é que ela está restrita ao consumo e aos salários -76%, ou seja, os que menos têm, pagam mais (impostos regressivos)!
Não há imposto sobre fortunas no Brasil!
Não há controle de evasão de divisas eficiente!
Impostos sobre propriedade significa apenas 4% da arrecadação tributária!

A corrupção é um problema muito sério, mas não se restringe a um país, a um governo, a um partido, nem mesmo a empresas públicas e, pior, os agentes da corrupção estão na iniciativa privada, é lá que estão os corruptores!

Portanto, toda e qualquer colagem de postagem nas redes sociais que coloque a corrupção como um problema do:
Governo,
Partido,
Empresa estatal ou
País.

Em vez de esclarecer ou contribuir para a "politização" do "povo" está fazendo justamente o inverso:
Encobrindo os principais problemas do País;
Dificultando o pensamento autônomo das pessoas;
Impedindo as pessoas de compreender o funcionamento da política brasileira
E até mesmo, gerando um sentimento de recusa à própria democracia!

Lembrando:
Quem escolhe os políticos somos nós, e ainda bem!
Os políticos não são de outro planeta, vem da nossa sociedade, a mesma sociedade que aceita pagar propina ao policial, à furar fila, à ser indicado para um emprego, a votar em troca de ganhos econômicos ou sociais:
vagas em escola,
nomeação em cargo público,
isenção de taxa,
agilidade em processos,
etc.

Observação: a intenção desta postagem não é dizer que o Brasil vai bem, é apenas fomentar reflexões mais amplas do que as das simples colagens de postagem nas redes sociais.

Alguns argumentos têm como base a seguinte fonte:
 "Onde está o Estado?" de Róber Iturriet Avila (Doutor em Economia)